terça-feira, 25 de julho de 2017

Porque a maioria dos entusiastas seguem ideologias políticas conservadoras?

O Brasil vive na polarização política. De um lado, os progressistas, que querem bem estar para todos, independente de classe e lutam por justiça social. Do outro, os conservadores, defensores do bem estar dos mais ricos e que lutam pelos privilégios dos poderosos. Estranhamente, boa parte dos entusiastas de ônibus se encontra no segundo grupo, apesar de muitos serem claramente oriundos das classes menos favorecidas.

Porque será que os ideais de direita predominam nos entusiastas conhecidos como "busólogos"? Ou por ingenuidade ou por simples puxa-saquismo das classes dominantes, percebo que a maioria de textos e comentários escritos por entusiastas demonstram ideais de direita ou até mesmo de extrema direita. Conheço entusiastas adeptos do fascismo, mas não citarei nomes para não criar problemas. Cada um que faça da vida o que quiser, mas se prejudicar os outros, terá que ser responsabilizado.

Mas porque isso acontece? Coincidência? Talvez. Mas é coincidente demais ver que praticamente não se vê ideais progressistas entre os entusiastas de ônibus. Não vi um busólogo que mostre em sua foto algum referencial progressista. Se houver, serão poucos. Será que é porque envolve empresas, o que consequentemente envolve empresários e a posição ideológica destes?

Pensamento conservador legitima a ganância

Sabe-se que empresários tendem a serem gananciosos. Mesmo os pequenos e médios, com todas as dificuldades que passam - dificuldades ausentes nos grandes e gigantes - sonhem um dia em serem grandes e enriquecer, tendo um padrão de vida nababesco, longe da realidade do país. 

A meta de empresários é quase sempre viver melhor que a maioria da humanidade e ter poder para convencer políticos a trabalharem a seu favor. Quem ignora isso, achando que empresários agem de forma humilde, cívica e altruística, está fora da realidade. Se há empresários humildes, cívicos e generosos, é uma rara exceção.

Empresários de transporte costumam ter poder político e atuam como verdadeiras máfias, agindo com secretas irregularidades no intuito de favorecer ainda mais o acúmulo de bens que garantirá um altíssimo padrão de vida além do poder de influência sobre a política, seja em que instância for.

Talvez contaminados pela admiração a empresários e pelo fato de gostarem de ônibus comumente sem utilizá-los - vários entusiastas possuem automóvel - os entusiastas acabaram aderindo a um modo de pensar tipicamente burguês, mesmo que tenham sido pobres um dia. 

Talvez pensem que se aliando a empresários e secretarias de transporte (que costumam ser submissas aos empresariado de transporte local) possam receber favorecimentos que os coloquem como membros de classes mais privilegiadas com um estilo de vida nababesco. 

É só um palpite, pois desconheço a verdadeira intenção de entusiastas quanto a isso. Além de que há quem seja conservador por ingenuidade, por desconhecer a complexidade das relações humanas, sobretudo a que envolve políticos e empresários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.